Atualizado em 31/08/2022 20:53 por Éter 7 News
Início Saúde 4 coisas que podem prejudicar o esmalte dentário

4 coisas que podem prejudicar o esmalte dentário

O esmalte dentário é o tecido mais mineralizado e resistente do corpo humano, além de ser uma das principais estruturas da composição do dente, juntamente com a dentina e a polpa dentária.



Cerca de 10% do esmalte do dente é composto por água e outros materiais orgânicos. Já os outros 90% é constituído por:

  • Cobre;
  • Zinco;
  • Minerais;
  • Magnésio.

Ele é a parte visível da arcada, que é sustentada pela dentina, uma camada que encontramos logo abaixo do esmalte e que é menos dura e mineralizada, composta por material orgânico.

Abaixo da dentina, encontramos a polpa, que é composta por nervos e tecido conjuntivo.


Geralmente, a cor do esmalte do dente varia de cor, e varia entre o amarelo-claro e o branco acinzentado. Ele é um tecido translúcido, e por isso a tonalidade da dentina e dos materiais abaixo tem ligação direta com o seu visual.


Tabela de Conteúdos

A importância do esmalte dentário

A principal função do esmalte dentário é proteger o dente. Como ele é a camada mais dura, acaba servindo como um escudo protetor da dentina e dos nervos, que são partes mais sensíveis e que podem precisar de cuidados de um plano odontologico para mei com mais frequência.

Ou seja, o esmalte do dente é o principal responsável por prevenir os problemas bucais, como a cárie e até mesmo a sensibilidade dos dentes. Dessa forma, se o esmalte dentário começa a ser danificado, pode começar a surgir problemas.

Quando consumimos alimentos muito quentes ou gelados, assim como doces e ácidos, o dente irá começar a ficar mais sensível, causando dor e desconforto, podendo ser necessário procurar por um dentista em um plano odontologico pme.

Portanto, o esmalte do dente funciona como uma capa de proteção para evitar que esses problemas bucais ocorram, sendo fundamental cuidar bem da saúde bucal para que o esmalte continue exercendo bem a sua função.

4 coisas que desgastam o esmalte dentário

Quando o esmalte do dente começa a desgastar, os dentes passam a ficar amarelados e mais sensíveis, deixando os dentes suscetíveis aos problemas bucais que causam as cáries e as infecções.

Outro fator de risco é que, por ser constituído de minerais, o esmalte dentário não se reconstitui naturalmente, podendo causar problemas difíceis de reverter. Confira a seguir a lista de coisas que mais prejudicam o esmalte dentário e como evitá-los.

1.    Bruxismo

O bruxismo é uma condição que provoca o ranger e o apertar dos dentes, principalmente durante o sono, que geralmente é relacionada ao estresse emocional. Por conta disso, ocorre o desgaste do esmalte dental, dores, fraturas e apinhamento dos dentes.

Para evitar esses problemas, é preciso procurar por um dentista em um plano dentario empresarial, para que ele possa avaliar o caso e indicar o tratamento mais adequado.  Quando causado por estresse e ansiedade, pode ser necessário o uso de ansiolíticos.

Outro tratamento muito utilizado é a placa miorrelaxante, que deve ser colocada sobre os dentes com a função de protegê-los do desgaste, aliviar as articulações temporomandibulares e proporcionar o relaxamento da musculatura.

2.    Alimentos ácidos e açucarados

O consumo frequente e excessivo de alimentos ácidos e açucarados, como refrigerantes e frutas cítricas, também pode provocar a erosão do esmalte dentário. Para evitar esse problema, evite comer e beber esses alimentos com frequência.

Por isso, é imprescindível lembrar de escovar bem os dentes após as refeições, para evitar o acúmulo de resíduos entre os dentes. Além de visitar o seu dentista de confiança periodicamente através do seu plano odontologico para empresas.

Receba Notícias e Conteúdos Legais em Nosso WhatsApp!
*Só nós postamos no grupo, então não há spam! Pode vir tranquilo.

3.    Doenças gástricas

As doenças gástricas, como o refluxo e a gastrite, e até mesmo a anorexia e a bulimia, podem causar o desgaste do esmalte do dente. Isso porque elas fazem com que o líquido ácido que vem do estômago suba até a boca, corroendo o esmalte dentário.

Leia também:

Diante disso, o controle e tratamentos dessas doenças são fundamentais para evitar os danos ao esmalte dos dentes. Procure os médicos especializados, como o gastroenterologista e um psicólogo e inicie os tratamentos o quanto antes.

4.    Escovar os dentes com muita força

Escovar os dentes para manter a saúde bucal em dia é muito importante, porém, é preciso tomar cuidado com a força utilizada na hora de escovar. Fazer uma pressão excessiva e persistente pode desgastar o esmalte dos dentes e deixá-los vulneráveis.

Dessa forma, é preciso ter calma e fazer movimentos circulares suaves, de preferência com uma escova de dentes de cerdas macia. Caso sinta sensibilidade nos dentes, procure saber sobre os beneficios plano odontologico empresas para marcar uma consulta.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Relacionados:

Siga-nos no Google News:

Deixe um comentário