A importância da rotina saudável na terceira idade

Alimento foto criado por drobotdean – br.freepik.com.

Siga-nos no Google News:

Atualizado em 08/06/2021 16:40 por Éter 7 News

Manter uma rotina saudável na terceira idade é tão importante quanto em qualquer outro momento da vida. Contudo, seguir bons hábitos durante esse período pode ser um diferencial na manutenção da autonomia, sociabilidade e no bem-estar geral.





Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), em 2025, o Brasil será a sexta nação com mais idosos no mundo. Podendo superar os 35 milhões de habitantes com mais de 60 anos.

Neste contexto, as pessoas têm estado cada vez mais empenhadas em adquirir melhores hábitos e costumes que mantenham a saúde e a qualidade de vida, inclusive, após o envelhecimento. Mas qual o resultado desse esforço?

Importância de uma rotina saudável na terceira idade

O termo “super idosos” é uma denominação extraoficial dada aos 10% da população que consegue resultados semelhantes ou até superiores aos pacientes de 50 e 60 anos, em testes de memória e raciocínio lógico.

Essas pessoas, que já possuem mais de 80 anos, conseguem fazê-lo sem apresentar nenhum indício de doenças crônicas, nem a necessidade do uso contínuo de medicamentos controlados.

O que eles têm em comum é, principalmente, a realização de uma rotina balanceada e inclusiva, que mistura os cuidados com a saúde mental, emocional, física e social. Até porque, a falta dessas medidas é conhecidamente responsável por problemas como:

  • Perda da capacidade neural;
  • Desenvolvimento de depressão e outras doenças psicológicas;
  • Fragilidade óssea e muscular;
  • Dificuldade com as interações sociais;
  • Acometimento de diversas doenças.

A forma com que tratamos o nosso corpo, durante todas as idades, têm impactos diretos na qualidade de vida e na disposição que desfrutamos na terceira idade.

Por isso, é necessário incorporar no dia a dia costumes que sejam saudáveis e, ao mesmo tempo, prazerosos.

Hábitos necessários para manter a qualidade de vida

Criar novos hábitos não precisa ser maçante. A ideia de ser mais saudável está ligada com envelhecer melhor e ter mais autonomia para desfrutar a vida. Assim, antes de qualquer atitude, é preciso compreender as necessidades, os interesses e os gostos de cada indivíduo.

A partir daí, encontrar atividades que desenvolvam a resistência física, mental e emocional, ao mesmo tempo que traga prazer e deixe a pessoa satisfeita durante o processo, e não apenas quando os resultados forem sentidos.

Algumas atividades que podem melhorar a qualidade de vida dos idosos são:

1.     Exercícios físicos

A atividade física é crucial para a manutenção da saúde e vitalidade das pessoas. Isso porque, com o passar do tempo, os músculos podem começar a enfraquecer e os ossos deixarem de ser tão resistentes quanto eram no passado.

A prática regular de esporte promove a tonificação muscular, melhora a coordenação motora, ajuda no equilíbrio e ainda pode fazer com que os ossos se tornem mais densos e resistentes à doenças e atrofias.

Existe uma enorme variedade de exercícios que podem ser desempenhados no cotidiano. Às vezes, a melhor opção é testar diferentes modalidades até encontrar o que traz mais satisfação e efeitos.

O importante mesmo é praticar pelo menos 30 minutos de exercícios, leves ou moderados, durante cinco dias na semana.

2.     Acompanhamento médico de rotina

As consultas de rotina são essenciais para a detecção de doenças prematuras e a melhora das probabilidades de sucesso nos tratamentos.

Além disso, visitar os médicos com mais frequência pode possibilitar a realização de procedimentos que ao mesmo tempo em que ajuda a saúde, aperfeiçoam a aparência.

Esse é o caso do implante dentário, que enquanto corrige falhas na mastigação e fala, pode auxiliar na autoestima do paciente e na confiança em situações de interação social.

É recomendado que as pessoas façam exames de rotina uma vez por ano ou conforme a indicação médica. Em relação à saúde bucal, o ideal é realizar uma visita ao profissional a cada seis meses.

3.     Cuidados pessoais

O autocuidado muitas vezes é relacionado com o excesso de vaidade, mas isso não poderia estar mais incorreto.

A realização de procedimentos estéticos, como o clareamento dental, ou de atividades que mantêm a mente mais ativa, são maneiras de melhorar a satisfação pessoal com a própria aparência e com a vida em geral, além de trabalhar a sociabilidade e acalmar a mente.

Esses cuidados podem estar relacionados com o estímulo intelectual, como voltar a estudar, investir em viagens e começar a pintar.

Além disso, atividades como a realização de rotinas de cuidados com a pele e até o investimento em uma lente de contato dental, que deixe o sorriso mais harmônico, podem ser muito benéficas nesse contexto.

Vantagens que o cuidado bucal pode trazer para a vida

Essas práticas aprimoram a saúde, a disposição para a interação social e ainda colaboram com a aparência e a satisfação com a estética. Mas o cuidado com a saúde bucal também é essencial para o alcance dos efeitos desejados.

Muitas pessoas acreditam que o cuidado com os dentes é importante apenas por questões de saúde.

No entanto, o uso do aparelho dentario, por exemplo, pode melhorar dores crônicas de cabeça, pescoço e maxilar. Além de facilitar a mastigação, prevenindo o desenvolvimento de doenças gastrointestinais como a própria gastrite.

Muitas vezes esses tipos de problemas são desenvolvidos ao longo dos anos e culminam em dificuldades físicas que podem não ser corretamente atribuídas às causas reais, como o aparecimento constante de doenças periodontais que são causadas pela má formação dos dentes.

O uso do aparelho ortodôntico, nesses casos, melhora essa disposição dentária, facilita a higienização e previne o agravamento de periodontites que podem levar a evolução de doenças que acometem todo o corpo, como as cardiopatias.

Inclusive, é importante ressaltar que mesmo na terceira idade é possível fazer esse tratamento, mas no caso de ter havido alguma perda dentária, a manutenção com próteses fixas ou móveis também são necessárias para que a cavidade e a saúde geral sejam preservadas.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Relacionados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *