Cartão de crédito vilão ou mocinho? Entenda como utilizá-lo ao seu favor

Imagem meramente ilustrativa de cartão de crédito. Foto: Andrea Piacquadio no Pexels.

Atualizado em 05/10/2020 15:02 por Éter 7 News

O cartão de crédito é uma ótima opção, mas se a pessoa não souber como utilizar também pode complicar e se tornar um motivo de preocupação; especialista explica as vantagens e desvantagens do uso do crédito

São Paulo, setembro de 2020 – A pandemia mudou a forma de viver dos brasileiros. Com os comércios fechados, as pessoas precisaram se adequar à novos formatos de vendas e de compras. Por conta disso, o cartão de crédito se tornou uma ótima opção para quem precisava comprar e não tinha todo o dinheiro no momento. Para se ter uma ideia, dados divulgados pela Associação Brasileira de Cartões de Créditos e Serviços (Abecs), mostram que os brasileiros movimentaram R$540,4 bilhões com cartões de créditos no primeiro semestre de 2020.

Além disso, dados do Banco Central apontam que, em 2019, o número de cartões de crédito no país chegou a 123 milhões. Para Ariane Marta, contadora e diretora da Brascont Contabilidade, os benefícios dessa forma de pagamento contribuem para que as pessoas optem por essa forma de pagamento. “A maior vantagem é que o cartão de crédito aumenta o poder de compra, então as pessoas conseguem adquirir algo com um valor bem mais elevado do que se pagassem à vista. Outra vantagem é a possibilidade de fazer parcelamentos sem juros nas lojas que liberam essa opção”, explica.

Entretanto, por mais que muitas vezes os cartões de crédito pareçam uma ótima opção, é preciso ter atenção quando se trata deles. Abaixo, a especialista esclarece alguns pontos sobre o uso do crédito. Confira:

1- Tome cuidado com o excesso: quando falamos de cartões de crédito, as pessoas precisam ter em mente que é necessário ter um equilíbrio e controle para fazer o pagamento das faturas em dia, e também para saber o que ela tem condição de pagar de parcela. “Se você não tem esse controle e acaba atrasando os pagamentos, os juros podem ser muito altos e as dívidas podem aparecer”, entende a especialista.

2- Acumule pontos, mas tenha atenção: outro ponto que precisa de atenção é quando as pessoas utilizam cartões de crédito pensando apenas em acumular pontos e outras vantagens. “A questão de pontos ou milhas é bastante benéfica para quem tem equilíbrio, condição e controle para usar o cartão de crédito. O que eu acredito que seja importante neste caso é a pessoa colocar no papel quanto vai usar e se vai gerar uma quantidade de pontos interessante. Geralmente, esses programas são atrelados a anuidades altas, então às vezes você nem usa tanto o cartão, não consegue gerar ponto e está pagando anuidade para nada”, exemplifica.

3- Não se descontrole com as mensalidades: também não é difícil encontrarmos alguém que tem vários cartões e acaba se perdendo nos valores. Nesses momentos, as pessoas não podem deixar de pensar na melhor forma de se reorganizar e quitar suas dívidas. “Em casos como esses, a melhor forma de retomar o controle é ligando para cancelar o cartão e parcelar a fatura que está atrasada. Muita gente cria dívidas e continua usando os cartões, acaba virando uma bola de neve. Então é melhor deixar de usar o cartão e começar a trabalhar com pagamentos à vista”, completa Ariane.

4- Cuidado com as taxas: quando se decide ter um cartão de crédito, também deve-se analisar a questão de taxas a serem pagas. Grande parte das vezes os valores não são baixos, então é preciso pensar se vale a pena. “A grande parte das pessoas que usam cartão de crédito precisam pagar anuidades. O fato é que existem cartões que cobram um valor super alto, então, muitas pessoas esquecem de olhar a fatura e pagam sem saber. Esse tipo de valor precisa ser pago de uma forma bem consciente, então se a pessoa não quer arcar com os custos da anuidade, por exemplo, já existem bastante opções de cartão sem anuidade”, explica.

Para evitar erros utilizando o cartão de crédito, a especialista acredita que a melhor opção é estar sempre se educando financeiramente. “Quando eu falo de educação financeira é porque a pessoa precisa ter muita atenção com o que ela está comprando parcelado e das contas que precisa pagar. Por exemplo, se você parcelar algo em 12 vezes, precisa ter um controle de todas as parcelas que for pagando. É importante analisar tudo o que for comprando e consumindo, e não colocar o problema dentro da gaveta. O essencial é ter o controle das contas a pagar, por conta disso, sempre enfatizo que é imprescindível ter equilíbrio e controle para ter um cartão de crédito“, finaliza Ariane.

Sobre a Brascont Contabilidade

A Brascont é uma empresa de Contabilidade focada em atender pequenas e médias empresas. A Companhia trabalha com tecnologia, de forma integrada e digital. Assim mantém um relacionamento consultivo com seus clientes, com participação efetiva em seus negócios. A empresa é responsável por: serviços terceirizados da área tributária, contábil e de departamento pessoal; implantação de sistema para gestão de controle de ponto; implantação de integração bancária com a contabilidade; parametrização de sistemas financeiros para fluxo de caixa; controle de estoque e etc; parametrização de emissores de notas fiscais; serviços para Pessoas Físicas: Empregadores Domésticos (eSocial) e Imposto de Renda e Abertura, alteração e cancelamento de empresas. Saiba mais: www.brasct.com.br

Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *